sábado, 27 de agosto de 2011

ALMA SEDENTA



Blaise Pascal, um matemático e filósofo francês do século 17, afirmou que no coração de cada ser humano há um vazio com formato divino. Séculos antes de Pascal, um homem chamado Agostinho procurou preencher esse vazio em sua vida. Depois que este líder da igreja primitiva descobriu o que lhe faltava, escreveu uma oração a Deus na qual dizia: "O homem foi criado para Ti, e o seu coração, continuará inqueito até que encontre descanso em Ti" (Confissões).
Os dois pensadores expressaram o que cada um de nós compreende nos nossos momentos de quietude e de reflexão. No mais profundo do nosso ser existe um irrequieto desejo por conhecer aquele que nos criou. Queremos descobrir o propósito que ele tem para nossa existência, neste seu universo tão vasto. Anelamos encontrar paz num mundo que está sendo destruído por familias que se desentendem, por nações em guerra, grupos religiosos militantes, incertezas econômicas edependências destrutivas.

Tratamos de suprimir esse desejo. Tentamos preencher nosso vazio com a agenda lotada, serviços comunitários, carreiras de sucesso, relacionamentos românticos ou tentamos encobrir a dor com as drogas e o álcool. Mesmo que tentemos eliminá-los ou negar esse anelo, mais cedo ou mais tarde, ele ressurgirá.
E irá voltar pedindo que seja saciada a sede da presença do que é capaz de preencher o vazio dentro do nosso coração, que é a presença viva e eficaz do nosso senhor e salvador Jesus Cristo.

FONTE: recados de Jatão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visitantes

Contador de acesso